Equipas do CHULN com representação elevada no Congresso da Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas

sexta-feira, 02 dezembro 2022 11:30

As equipas de enfermagem do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, EPE marcaram forte presença no Congresso da Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas, realizado em meados de Novembro, no Altice Fórum Braga sob o lema “Evidência sem fronteiras” e que este ano teve como presidente Ester Malcato, do Serviço de Cirurgia Vascular do CHULN. Através da elaboração de pósteres, onde foram distinguidos com um terceiro prémio, de comunicações livres e em participações em mesas, os profissionais do CHULN destacaram de várias formas o trabalho desenvolvido nos seus serviços.

Na secção de Pósteres, o trabalho liderado por Telma Lopes, do Serviço de Medicina Intensiva, alcançou mesmo o pódio, com a atribuição do terceiro prémio pelo cartaz sobre “Aplicação de enzima alginogel no tratamento de feridas traumáticas complexas em contexto de cuidados intensivos: estudo de caso”.

“Os fatores que influenciam a esperança da pessoa com úlcera de pé diabético: uma scoping review”, da autoria de Joana Fajardo et al, do Serviço de Cirurgia Vascular; e “Feridas atípicas num contexto de Medicina Interna. O Envolvimento da equipa multidisciplinar”, da autoria de Susana de Jesus et al, do Serviço de Medicina 1B, foram outros pósteres de equipas do CHULN que estiveram a concurso.

Nas comunicações livres, Liliana Abreu, da Unidade de Neonatologia do CHULN, abordou o “Projeto de Melhoria Contínua da qualidade dos cuidados de enfermagem: Cuidados na prevenção, monitorização e tratamento nas lesões da pele no recém-nascido internado na unidade de cuidados de intensivos neonatais do CHULN”, tendo ainda participado numa mesa redonda sobre o tema COM(O) VIVER COM FERIDAS: RELATOS DE VIVÊNCIAS e na palestra “Prevenção XS, tem tudo a mesma dimensão?”.

Além de ter presidido ao Congresso, Ester Malcato marcou também presença em várias mesas do Congresso, com moderações nos debates sobre “Inovação” ou “Feridas…na ponta do bisturi” e com as palestras “Nos antisséticos” e “Infeção na ferida crónica”.

O Dr. Mikael Henriques, médico do Serviço de Cirurgia Vascular, e a enfermeira Ana Almeida, da Cirurgia Cardiotorácica, apresentaram também palestras sobre, respetivamente, “Prevenção das lesões graves do Pé Diabético” e “Nos antimicrobianos”. Ana Almeida moderou ainda uma mesa sobre DERMATITES À FLOR DA PELE, enquanto Helena Jorge, do Serviço de Cirurgia Vascular, teve a seu cargo a moderação de um painel com o título “ATÍPICO E COMPLEXO!”.

Participações que demonstram a elevada diferenciação das equipas do CHULN, num congresso que se realizou pela primeira vez fora da cidade do Porto e que em 2023 vai assinalar o 25º aniversário da associação. Parabéns por todo o trabalho desenvolvido e produção de saber, ao longo destes anos!