Imprimir esta página

Associação Humanitária Amigas do Peito celebra o seu aniversário

O dia 11 de abril foi um dia especial para a Associação Humanitária “Amigas do Peito”: festejou mais um aniversário de existência, a dar apoio às mulheres patologia da mama e respetivas famílias. Este aniversário tem uma renovada alegria por já ser assinalado na nova sede, localizada fisicamente em frente à Prumada das Neurociências, inaugurada em 2016, e que disponibiliza a quem necessita, de instalações e vários tipos de apoio, com conforto e humanidade.

Este aniversário começou por ser assinalado, por volta das 17h00 no Hall de entrada do Hospital de Santa Maria. Após umas circunstanciais palavras de boas vindas, proferidas pela apresentadora e Madrinha da Associação, Mila Ferreira, seguiu-se a intervenção da Diretora Clínica do CHLN, Dr.ª Margarida Lucas, que transmitiu, em representação do Conselho de Administração do CHLN, as felicitações por mais um aniversário, enaltecendo na pessoa da Dr.ª Emília Vieira, Presidente da Associação, a excelência da atividade voluntária desenvolvida e de grande valor, em termos de contributo, para a humanização e para a qualidade de vida das mulheres com cancro da mama.

Após esta alocução, seguiu-se a intervenção da Dr.ª Emília Vieira, que falou de forma mais detalhada sobre os vários tipos de apoio, disponibilizados pela Associação “Amigas do Peito”, salientando as boas relações sempre mantidas com os diferentes órgãos de gestão do CHLN. Terminou a sua comunicação, promovendo junto dos presentes a próxima Gala “Amigas do Peito”, que terá lugar no próximo dia 14 de maio, pelas 17h30 no Centro Olga Cadaval, em Sintra e que contará com a participação de diversos artistas do panorama nacional, alguns deles também presentes neste aniversário.

Seguidamente, tiveram lugar os testemunhos das “Guerreiras”, Helena Gouvernatis, Fernanda Valente e a Isabel Duarte, mulheres com patologia da mama e que dão a sua cara e o testemunho do seu percurso pela Associação e pelo incremento de esperança em outras pacientes em condições semelhantes.  Na finalização dos testemunhos, conferidos pela “guerreiras” em "discurso direto" desenrolou-se um momento de poesia, da autoria de Zélia Filipe, que leu alguns poemas da obra, recentemente publicada, “Lua de Ti”.

Após estas emotivas intervenções, seguiram-se os testemunhos de alguns dos participantes da próxima Gala Solidária “Amigas do Peito”, que quiseram deixar, neste dia especial, o seu testemunho e o seu apoio oficial a esta nobre causa. Primeiramente, usou da palavra a jornalista Helena Ramos, que falou do imenso gosto em associar-se a causa, à qual se seguiu o cantor Mico da Câmara Pereira, que salientou a importância de estar presente e de ter sido convidado para a Gala, relembrando a possibilidade e o dever de acarinhar esta causa e revelando que a sua sensibilidade advém de ter vivido, bem de perto, a complexidade inerente à patologia da mama. Seguiu-se a Madrinha da Associação e que, na Gala Solidária, estará na qualidade de cantora, Mila Ferreira, que enalteceu mais uma vez, o seu orgulho por participar neste projeto tão meritório. Após a mesma, seguiu-se Teresa Resende, membro do Grupo de Sevilhanas “Sentir Flamenco”, que evidenciou a todos os presentes, o carinho com que o grupo aceitou o convite para participação na Gala Solidária, e que será “ponto de honra” animar e alegrar todos os presentes, associando-se a esta causa que «nos une a todos». Encerrou este conjunto de intervenções, os músicos Joaquim Ascenção e Sandra Duarte, membros da Banda Filarmónica da Assafora e que embora seja primeira que se uniam a uma causa, como a das “Amigas do Peito”, acrescentaram que esta é uma conexão que esperam que tenha continuidade e demonstraram que estão particularmente sensíveis à mesma, pois a sua Banda é composta por músicos jovens e maioritariamente do sexo feminino e desta forma, esperam poder passar uma mensagem de sensibilização para a prevenção e rastreio do Cancro da Mama

Após este momento mais emotivo, seguiu-se a inauguração de uma exposição de pintura, patente na Hall do Piso 2, do Hospital de Santa Maria, após o qual todos os presentes foram convidados, pela apresentadora Mila Ferreira, a dirigirem-se à Sede da Associação “Amigas do Peito”, para partilha de lanche e abertura do bolo de aniversário, ao som dos parabéns, cantados por todos os presentes.

O CHLN salienta a importância da adesão a esta nobre causa e convida todos os interessados a participarem na Gala Solidária “Amigas do Peito”.