Guia de Acolhimento

Como Chegar

Como Chegar

Localização

O Hospital de Santa Maria está situado na freguesia do Campo Grande, Lisboa.

Em frente ao CDUL, na Av. Professor Egas Moniz.

Metro

Se vier em transportes públicos, o metropolitano é uma boa opção.
Linha Amarela - Cidade Universitária

Autocarros

Existem muitas carreiras disponíveis, e algumas mesmo exclusivas para o HSM.

Carreiras

n.º 701 - 731 - 732 - 735 - 738 - 755 - 768.

Táxis

Junto à entrada principal do Hospital existe uma praça de táxis.

Viaturas Particulares

É permitido o estacionamento de viaturas particulares no Parque do Hospital. Consulte o tarifário em anexo.

Tarifário

Contactos

Contactos

Reclamações / Sugestões: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Contact-Center

Fixo:
21 780 5000
Móvel:
96 590 5000
E-mail:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Gabinete do Cidadão

Fixo:
21 780 5130
Fax:
21 780 5604
E-mail:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Gabinete de Comunicação

Fixo:
21 780 5121
Fax:
21 780 5583
E-mail:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Gerais

HSM Geral 21 780 5000
HSM Fax 21 780 5610
Informações Gerais 21 780 5333
  21 780 5444
  21 780 5555
Administração 21 780 5500
Gabinete de Comunicação 21 780 5121
Serviço de Gestão de Compras 21 780 5330
  21 780 5605
Casa Mortuária 21 780 5101
Serviço de Gestão Financeira 21 780 5334
Serviço de Instalações e Equipamentos 21 780 5234
Serviço de Gestão de Utentes 21 780 5573
Serviço de Logística e Stocks 21 780 5129
Serviço de Gestão Farmacêutica 21 780 5355
Assistência Médica no Estrangeiro (Tlf e Fax) 21 780 5127
  21 780 5672
Gabinete do Cidadão 21 780 5130

 

Serviços de Urgência

Urgência Geral (Informações) 21 780 5111
  21 780 5222
Urgência de Pediatria, Obstetrícia e Ginecologia (Informações) 21 780 5300

 

Consultas Externas

Marcação de Consultas 21 780 5100
  21 780 5200

Mobilidade Reduzida

Mobilidade Reduzida

Toda a pessoa deficiente, ou com problemas de comunicação, que se encontre internada numa unidade de saúde tem direito ao acompanhamento permanente de familiar ascendente, descendente, cônjuge ou equiparado.

No caso em que o acompanhante não puder ser escolhido pelo doente, será a pessoa que habitualmente lhe presta cuidados.

O acompanhamento é permitido apenas durante o dia; contudo, em casos excepcionais, e mediante autorização, este poderá ser permitido durante o período nocturno.

O direito ao acompanhamento exerce-se mediante as instruções dos profissionais de saúde e as regras do Serviço.

Durante o Internamento

Durante o Internamento

Deve comunicar ao médico, ou ao enfermeiro, todo e qualquer sintoma que sinta.
Se não o fizer pode comprometer a sua saúde;

Siga as instruções do médico e do enfermeiro no que diz respeito à dieta, ao repouso e à terapêutica;

Não deverá ausentar-se do Serviço sem autorização do enfermeiro;

Junto da sua cama existe uma campainha para chamar quem o possa ajudar. Utilize-a sempre que necessário.
Se não o puder fazer peça a outro doente que o faça por si;

Não traga aparelhos de rádio ou televisão sem informar a Enfermeira Chefe. Se os colocar junto da sua cama, procure não incomodar os outros doentes com ruídos que para si podem ser agradáveis mas incomodativos para os restantes doentes;

Não utilize o telemóvel sem antes perguntar ao enfermeiro se o pode fazer;

Deve respeitar os outros doentes.

Lembramos-lhe que a hora do silêncio é das 22h00 às 08h00;

Evite falar alto e aconselhe as suas visitas a terem o mesmo comportamento;

Não fume;

Não deite lixo para o chão. Tente manter limpa e arrumada a sua zona de internamento.

 

Internamento de Menores

As crianças com menos de 15 anos, ou deficientes, podem ser acompanhadas pelos pais, ou, em caso de impedimento, por outro familiar.

Aos acompanhantes de crianças internadas são disponibilizadas refeições nas seguintes situações:

Enquanto as crianças se encontrarem em perigo de vida;
    No período pós-operatório, até 48h após a intervenção;
No que respeita à mãe, sempre que esteja a amamentar a criança internada;
    Quando as crianças internadas estejam isoladas, por razões de critério médico-cirúrgico;
    Quando os acompanhantes residam a mais de 30 Km do Hospital.

O direito ao acompanhamento de menores deverá respeitar sempre as instruções e regras relativas ao normal funcionamento do Serviço.

Carta da Criança Hospitalizada

Carta da Criança Hospitalizada

1.
A admissão de uma criança no Centro Hospitalar só deve ter lugar quando os cuidados necessários à sua doença não possam ser prestados em casa, em consulta externa ou em hospitais de dia.

2.
Uma criança hospitalizada tem direito a ter os pais ou seus substitutos, junto dela, dia e noite, qualquer que seja a sua idade ou o seu estado.

3.
Os pais devem ser encorajados a ficar junto do seu filho devendo ser-lhes facultadas facilidades materiais sem que isso implique qualquer encargo financeiro ou perda de salário.
Os pais devem ser informados sobre as regras e as rotinas próprias do Serviço para que participem activamente nos cuidados ao seu filho.

4.
As crianças e os pais têm o direito de receber uma informação sobre a doença e os tratamentos, adequada à idade e à compreensão, a fim de poderem participar nas decisões que lhes dizem respeito.

5.
Deve evitar-se qualquer exame ou tratamento que não seja indispensável. As agressões físicas ou emocionais e a dor devem ser reduzidas ao mínimo.

6.
As crianças não devem ser admitidas em serviços de adultos. Devem ficar reunidas por grupos etários para beneficiarem de jogos, recreios e actividades educativas adaptadas à idade, com toda a segurança. As pessoas que as visitam devem ser aceites sem limites de idade.

7.
O Centro Hospitalar deve oferecer às crianças um ambiente que corresponda às suas necessidades físicas, afectivas e educativas, quer no aspecto do equipamento, quer no do pessoal e da segurança.

8.
A equipa de saúde deve ter a formação adequada para responder às necessidades psicológicas e emocionais das crianças da família.


NOTA:

(esta carta foi preparada por várias associações europeias em 1988, em Leiden)

Informações Clínicas

Informações Clínicas

A informação clínica ser-lhe-á prestada pelo seu médico assistente. No serviço de internamento informá-lo-ão do horário em que o seu médico está disponível para informar a sua família.

Se necessário, deve escolher uma só pessoa para falar com o médico, evitando que qualquer familiar o faça.

Os familiares directos podem ainda contactar telefonicamente o Serviço das 09h00 às 20h00, ou solicitar informações ao enfermeiro durante o horário das visitas.

O Que Deve ou Não Trazer

O Que Deve ou Não Trazer

O que Deve Trazer

É importante que traga consigo, para que conste no seu processo clínico:

Radiografias, análises e outros exames anteriores;
Lista dos medicamentos que estava/está a tomar;
Notas de alta de outros internamentos;
Cartão do seu sistema de saúde;
Deve também ser portador do seu BI e cartão de contribuinte.

Deve ainda também fornecer o seu número de telefone de contacto e outras informações que considere importantes.


O que Não Deve Trazer

Grande quantidade de dinheiro, jóias ou outros objectos de valor;
Alimentos ou bebidas, que podem ser prejudiciais à sua situação. Fale primeiro com o seu médico ou enfermeiro;
Tabaco.

Bens e Valores

Bens e Valores

Se foi admitido no Serviço de Urgência do Hospital, provavelmente a sua roupa e valores ficaram depositados e à guarda da Instituição.

Posteriormente, um mensageiro do Hospital fará a entrega dos mesmos neste serviço.

Se após 48 horas não lhe forem devolvidos os seus valores, agradecemos que coloque a questão ao enfermeiro responsável.

Sempre que possível, deve pedir aos seus familiares que levem os seus valores para casa.

Caso pretenda ficar com os seus objectos pessoais durante o internamento, o Hospital declina qualquer responsabilidade pelo seu eventual desaparecimento.

Visitas

Visitas

A visita e o acompanhamento da sua família e amigos é muito importante para o seu bem estar.

Pode ter 4 visitas diárias, só podendo permanecer 2 pessoas de cada vez junto de si.

O horário das visitas é das 13h00 às 19h30. Aos sábados, domingos e feriados só uma pessoa pode ficar junto de si a partir das 16h30.
No entanto, algumas Unidades têm horários de visita mais restritos. Terá que se informar junto do seu Serviço de Internamento.

 

AS VISITAS NÃO DEVEM


Falar em voz alta, para não perturbar os doentes;



Entrar em zonas de acesso reservado ao pessoal hospitalar;



Fumar em qualquer local do Hospital;



Utilizar telemóveis. Devem usá-los fora do Serviço;



Visitar os doentes acompanhados por crianças com menos de 12 anos, pois pode ser prejudicial à saúde da própria criança.

Alta Hospitalar

Alta Hospitalar

No momento da alta

Deve verificar se reuniu todos os seus objectos pessoais;

Deve esclarecer as dúvidas que possa ter, junto dos profissionais de saúde;

 

Deve verificar se tem consigo a carta de alta, receita de medicamentos com as respectivas vinhetas, certificado comprovativo da sua estadia para efeitos de justificação no emprego, exames complementares de diagnóstico que trouxe consigo e Cartão do Hospital.

Se após a alta lhe surgirem dúvidas, pode contactar-nos por telefone ou pessoalmente.

(Eventual marcação de novas consultas, seguimento …)

Taxas Moderadoras

Taxas Moderadoras

Designação Taxa Moderadora
Consultas

Consulta de medicina geral e familiar ou outra consulta médica que não a de especialidade

4,50 €

Consulta de enfermagem ou de outros profissionais de saúde realizada no âmbito dos cuidados de saúde Primários 3,50 €
Consulta de enfermagem ou de outros profissionais de saúde realizada no âmbito hospitalar 4,50 €

Consulta de especialidade

7,00 €

Consulta do domicílio*

9,00 €

Consulta médica sem a presença do utente*

2,50 €

Atendimento em Urgência (a)
Serviço de urgência polivalente 18,00 €
Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica 16,00 €
Serviço de Urgência Básica 14,00 €
Sessão de Hospital de Dia  Isento
 
* No âmbito dos cuidados de saúde primários, o montante de taxas moderadoras a cobrar pela realização de consulta de domicílio e consulta médica sem a presença do utente é de 9,50€ e 2,50€, respectivamente.
(a) Acrescem as taxas moderadoras de MCDT realizados no decurso do atendimento até um máximo de 40,00€.

 

Legislação

Anexo I da Circular Normativa nº8 de 2016

Decreto-Lei 113_2011 de 29 de Novembro

Portaria 306A_2011 de 20 de Dezembro

Decreto-Lei 128_2012 de 21 de Junho

 

Serviço Religioso

Serviço Religioso

No Serviço de Assistência Religiosa e Espiritual do Centro Hospitalar Lisboa Norte, tem à sua disposição sacerdotes da religião católica que prestam assistência espiritual aos doentes, visitando-os regularmente (se desejado) ou quando solicitado.

Diariamente é celebrada missa na capela, situada no Piso 4, à qual pode assistir de acordo com o parecer da equipa de saúde.

A Capelania e outras Confissões Religiosas

Os doentes que professem outra confissão religiosa, podem receber a sua própria assistência espiritual.

“Todos os doentes têm direito ao respeito pelos seus valores morais, culturais e religiosos e pelas suas convicções filosóficas”
(In Direitos do doente, Amesterdão, 1994)


O Espaço Físico

Capela;
Sacristia;
Duas salas anexas para acolhimento e formação.

Capela
Tem a natureza de Santuário;
Situa-se no 4º andar, edifício do lado Norte, sobre a central de consultas;
Acesso pelo Elevador nº 8.

Horário de Abertura da Capela

De 2ª a Sábado - das 06H30 às 21h00;
Domingos, dias santos e feriados – das 08h00 às 14h00

 

Visite a página do "Serviço de Assistência Religiosa e Espiritual"

Em Caso de Incêndio ou Catástrofe

Em Caso de Incêndio ou Catástrofe

O Centro Hospitalar lisboa Norte tem um plano de emergência aprovado pelas autoridades competentes.

O plano é permanentemente testado com simulacros.

Estão disponíveis por todo o hospital plantas de emergência e procedimentos em caso de catástrofe ou incêndio.

Em caso de emergência
cumpra sempre as instruções que receber.

Correio

Correio

Se houver correspondência para si, esta é separada na recepção do Centro Hospitalar e posteriormente enviada para o Serviço a fim de lhe ser entregue.

Se quiser enviar correspondência, pode fazê-lo através da Secretária de Unidade.

Bares e Cantinas

Bares e Cantinas

Existem vários locais onde pode tomar refeições e adquirir alimentos e bebidas:

À entrada do Hospital no exterior, tem do seu lado esquerdo o "sweet café".

No piso 01, existem 4 estabelecimentos "O toxinas", o "Bar dos Estudantes", "O Berdi" e a "Casa do Pessoal".

No piso 1, no corredor principal e junto às análises clinicas, está situado o café "Izzy".

Junto à entrada da urgência de Pediatria e Ginecologia / Obstetrícia, localiza-se o bar "Materno". (por cima da antiga farmácia do hospital).

Outros Artigos

Outros Artigos

Nos pisos 01 e 1 dispõe de vários espaços comerciais, onde poderá adquirir artigos como:

      Jornais;
      Revistas;
      Livros;
      Material escolar / escritório;
      Brinquedos;
      Brindes;
      Artigos de higiene e algumas peças de vestuário, entre outros.

Se necessitar peça aos seus familiares que lhos tragam. Se, por qualquer motivo não tiver visitas, peça a um enfermeiro ou auxiliar de acção médica.

Reclamações/Sugestões/Pedidos/Louvores

Reclamações/Sugestões/Pedidos/Louvores

O Centro Hospitalar tem ao seu dispor o Gabinete do Cidadão – situado no Piso 1 – que assegura a recepção e encaminhamento das suas sugestões, reclamações, pedidos ou louvores, tendo como principal objectivo a melhoria da organização e funcionamento dos Serviços.

Neste Gabinete poderá ainda obter informações sobre os seus direitos e deveres relativos aos serviços de saúde.

O Gabinete do Cidadão tem como principais objectivos:
      Melhorar o atendimento dos doentes;
      Fomentar a Humanização dos Serviços;
      Promover a eficácia e a qualidade;
      Reforçar a acessibilidade.

Visite a página do "Gabinete do Cidadão"

A Sua Opinião

A Sua Opinião

Durante a sua estadia procurámos proporcionar-lhe condignas condições de internamento na perspectiva da sua recuperação.

Para podermos continuadamente melhorar a prestação dos cuidados de saúde, agradecemos que preencha o questionário (anónimo) que lhe será facultado pelo(a) Secretário(a) de Unidade, dando-nos a sua opinião valorativa sobre a qualidade do serviço que lhe foi prestado.