Centro Hospitalar Lisboa Norte

Serviço Social e Gabinete do Cidadão

Informação Geral

Direção

Diretor: Dra. Argentina Castilho

Tel: 21 780 51 30/1

E-Mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Contactos

Hospital de Santa Maria

Avª Prof. Egas Moniz
1649-035 Lisboa
Tel: 21 780 51 30/1
Fax: 21 780 56 04
E-Mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Hospital Pulido Valente

Alameda das Linhas de Torres
1769-001 Lisboa
Tel: 21 754 81 77
Fax: 21 754 81 76
E-Mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Horário

O Serviço Social está disponível em todos os Serviços do Centro Hospitalar Lisboa Norte, de 2ª a 6ª feira, das 9h às 17h30 no HSM e das 09h00 às 17h00 no HPV – exceto no Serviço de Urgência Central, onde funciona diariamente das 9h às 23h.

Em regime de ambulatório, poderá estabelecer contacto com o assistente social no Serviço Social Central, de cada uma das unidades hospitalares.

 

Localização

 

Apresentação

O Serviço Social e Gabinete do Cidadão (SSGC) do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) enquadra-se na orgânica hospitalar como uma unidade de suporte à prestação de cuidados de saúde e configura-se como elo de ligação e interlocutor privilegiado entre o utente, a família, a equipa terapêutica e a comunidade.

Tendo como pilares fundamentais os princípios dos Direitos Humanos e da Justiça Social, procura a resolução de problemas concretos, a prevenção de disfunções e a promoção da mudança, numa perspetiva emancipatória de capacitação e empowerment. Contempla uma visão integral da realidade, através do estudo, diagnóstico e intervenção orientada para o utente, procurando adequar as respostas existentes às necessidades, preconizando uma abordagem holística, considerando o utente como ser simultaneamente único e portador de diversidade (social, psicológica, biológica, cultural, ambiental e espiritual).

 

Nota histórica

O Serviço Social na Saúde – especificamente em contexto hospitalar – surgiu em 1941 nos Hospitais Universitários de Coimbra, em 1942 no Hospital Júlio de Matos e em 1948 no Instituto Português de Oncologia de Lisboa. No HSM e no HPV, o Serviço Social existe desde a inauguração de ambos, funcionando com autonomia e como órgão central no quadro das atividades hospitalares, conforme o estabelecido no Plano e Orgânica do HSM, de 1954.

Na definição dos Serviços e competências patente naquele plano, o Serviço Social integrava três grandes grupos: 1º Grupo: Administração, Conselho Técnico, Superintendência de Enfermagem e Serviço Social; 4º Grupo: Serviços de Bem-estar do Doente; 9º Grupo: Arquivos Clínicos e Estatística Médica.

Inicialmente a equipa era constituída por uma assistente social e quatro auxiliares sociais. A ação era praticada numa linha assistencial, sem qualquer estudo ou programa, baseada na aplicação de inquéritos sociais que tinham como função, aferir a situação económica dos utentes com o fim de determinar o pagamento dos cuidados, mediante o escalão de rendimentos. No contexto sociopolítico da época, o Estado assumia uma postura não-intervencionista, pelo que aqueles que não contribuíam para as caixas de previdência não tinham qualquer proteção social.

Depois de 1963, o quadro do Serviço Social vai sendo progressivamente alargado, e mais tarde, a Reforma Hospitalar de 1968, constituiu um fator decisivo para a consolidação e reconhecimento da profissão, ao definir o Hospital com um “Serviço de ação médico-social da comunidade dando primado à pessoa doente como razão de ser e objectivo final da instituição”.

Atualmente o SSGC do CHLN atua num universo muito amplo, integrando as múltiplas dimensões que contemplam a relação entre a doença, o utente dos serviços de saúde, a família e a sociedade. A sua equipa é composta por 52 Assistentes Sociais - 1 com o cargo de Diretor, 2 com funções de Coordenação e 49 com funções ao nível da ação direta. Fazem ainda parte do Serviço 3 Assistentes Técnicos e 2 Assistentes Operacionais.

 

Missão, Visão e Valores

Missão

O SSGC tem como missão contribuir para a elevação da qualidade e humanização da prestação dos cuidados de saúde, procurando responder às expetativas e necessidades bio-psico-sociais dos utentes.

Visão

O SSGC tem como visão o reconhecimento dos utentes, parceiros e outras partes interessadas como unidade orgânica, dotada de profissionais com índices de competência na vertente assistencial, formativa e de investigação a nível nacional e internacional.

Valores

- Igualdade, liberdade e dignidade humana
- Equidade, cidadania e justiça social
- Ética, competência e responsabilidade
- Qualidade e excelência dos cuidados de saúde

 

Estrutura orgânica e funcional

O SSGC do CHLN, está integrado nos Serviços de Apoio Clínico e constitui-se como uma unidade orgânica nuclear que dispõe de organização própria e autonomia técnica, dependendo, no aspeto funcional, direta e hierarquicamente do Presidente do Conselho de Administração.

Organograma

Do desempenho profissional dos assistentes sociais salienta-se ainda a sua integração e colaboração em comissões, equipas e projetos que incidem na promoção da saúde e prevenção da doença, na gestão de processos de doença e promoção da autonomia e participação, no estudo/investigação e na melhoria da qualidade e humanização, tais como:

  • Equipa de Gestão de Altas
  • Equipa Intra-Hospitalar de Cuidados Paliativos
  • Comissão de Qualidade e Segurança do Doente (CQSD)
  • Grupo de Acompanhamento dos Produtos de Apoio/Ajudas Técnicas:
  • Núcleo de Estudos do Suicídio (NES)
  • Núcleo de Estudos e Tratamento de Etilo – Risco (NETER)
  • Equipa de Intervenção Comunitária: Projeto Terapeutas de Referência
  • Núcleo das Doenças do Comportamento Alimentar
  • Núcleo de Gerontopsiquiatria
  • Unidade Dia da Adolescência
  • Unidade Projeto e Reabilitação
  • Núcleo de Apoio à Criança e à Família
  • Unidade Coordenadora Funcional (UCF
  • Unidade Móvel de Apoio Domiciliário (UMAD)
  • Unidade Universitária de Geriatria

 

Intervenção Social

No CHLN, o Serviço Social abrange as grandes áreas funcionais de ação direta:

A intervenção do Serviço Social tem em conta a especificidade de cada Serviço, a natureza e estadio da doença. Assenta no cumprimento das seguintes competências:

 

Política da Qualidade e Certificação / Núcleo da Qualidade

Política de Qualidade e Certificação

A política da qualidade do SSGC, definida e configurada pelos elementos estruturantes do CHLN, sustenta-se numa estratégia de melhoria contínua e sistemática da qualidade dos serviços prestados, das metodologias de trabalho/intervenção (desenvolvimento de novas competências) e do próprio sistema de gestão (melhoria dos canais de comunicação e articulação intra e interinstitucional), contribuindo assim, para a humanização dos serviços de saúde, bem – estar, qualidade de vida e satisfação dos utentes/famílias, bem como a rentabilização/maximização dos recursos disponíveis.

Em 2010 e 2012, o SSGC foi distinguido com a Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais, atribuída pela prestigiada entidade europeia “EQUASS – European Quality in Social Service”, tendo sido o primeiro Serviço Social hospitalar do país certificado por esta entidade.

Certificado SSGU 2012

Certificação do SSGU

APSS Newsletter 29 Novembro 2010

Certificado SSGU 2010

 

Núcleo da Qualidade

O Núcleo da Qualidade assegura a coordenação estratégica do Sistema de Gestão da Qualidade, sendo alvo de revisão sempre que se considerar necessário, contribuindo para a promoção e melhoria da qualidade do Serviço. É composto pelo Diretor do SSGC (como Gestor da Qualidade), pela Equipa da Qualidade e por Equipas de Suporte à Qualidade.

Ensino e Investigação / Núcleo de Formação e Investigação

Ensino e Investigação

Ensino Pré-Graduado

O SSGC colabora no ensino pré-graduado da licenciatura em Serviço Social – incluindo Programa Erasmus – de várias instituições de Ensino Superior, nomeadamente:

  • ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
  • ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa
  • Universidade Católica Portuguesa
  • Universidade Lusíada
  • Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Ensino Pós-Graduado

Colabora em Pós-Graduações e Mestrados leccionando temas ligados à intervenção social na saúde e proporciona estágios profissionais a assistentes sociais de outros hospitais na área dos Cuidados Paliativos e Gabinete do Cidadão.

Formação e Investigação

Participação em Colóquios, Jornadas, Seminários e Congressos; apresentação de comunicações sobre a atividade do SSGC no CHLN em Sessões Clínicas, Colóquios, Jornadas, Seminários e Congressos; realização de projetos de investigação sobre temáticas pertinentes e relevantes relacionadas com a especificidade, qualidade e eficiência da intervenção social.

Núcleo de Formação e Investigação

O Núcleo de Formação e Investigação tem como objetivo principal incentivar a pesquisa, o debate e a formação dos assistentes sociais, com vista à aquisição de novos conhecimentos e à melhoria do trabalho a desenvolver.

Tem as seguintes atribuições genéricas:

  • Gerir a formação pré e pós-graduada em Serviço Social através da seleção das propostas de estágios
  • Efetuar o levantamento de necessidades de formação dos assistentes sociais
  • Analisar e propor temas de formação, pertinentes para o desenvolvimento profissional
  • Fomentar a realização de projetos de investigação em Serviço Social
  • Promover a realização de Encontros/Congressos/Jornadas do SSGC do CHLN

Eventos e Notícias

Serviço Social na Equipa Domiciliária da Consulta de Geriatria do Hospital Pulido Valente

2014

Dia Mundial do Assistente Social

Centro Hospitalar Lisboa Norte comemora Dia Mundial do Assistente Social.

2015 - Newsletter

2014 - Mensagem do PCA

Poster

Expo-Carreiras - UCP

Serviço Social do Centro Hospitalar Lisboa Norte participa na Expo Carreiras

2014

Campo de Férias para Crianças e Jovens com VIH

2014

2013

IV Jornadas da UCF LX Norte

2014

Dia Mundial da Higiene das Mãos - 5 maio 2015

Poster Concurso 2015

Links

http://www.apross.pt (Associação dos Profissionais de Serviço Social);
http://ifsw.org (International Federation of Social Workers);
http://appassi.org.pt (Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional);
https://www.ssap.gov.pt (Serviços Sociais da Administração Pública);

FAQs

Quem pode recorrer ao Serviço Social?

- Todos os cidadãos utilizadores dos Serviços do CHLN e seus familiares ou representantes.

Como posso contactar com um assistente social no CHLN?

- Se estiver hospitalizado, solicite o contacto/presença do assistente social afeto ao respetivo internamento;

- Em regime de ambulatório poderá obter o contacto do assistente social no Serviço Social Piso 1 se estiver no Hospital de Santa Maria, ou no Edifício D. Carlos I, caso esteja no Hospital Pulido Valente.

O atendimento com um assistente social é confidencial?

- Sim. No atendimento com um assistente social é garantida a preservação da privacidade e da confidencialidade. No caso de haver necessidade de recolha de informação, o assistente social informá-lo-á sobre a necessidade e uso dessa mesma informação. Todos os utentes têm direito ao respeito pela sua decisão, ou do seu representante, quanto aos procedimentos a efectuar no âmbito da intervenção social, bem como à sua participação e dos seus familiares, na elaboração do plano individual de cuidados.

O meu familiar vai ter alta e está em situação de dependência, que apoio posso ter do Serviço Social?

- Através do Serviço Social, pode ter acesso à informação sobre subsídios e prestações familiares previstas para quem se encontra em situação de dependência, bem como sobre as instituições que, na sua área de residência, prestam serviços de apoio à família.  

Tenho um familiar com deficiência e quero saber de que tipo de apoios é que posso usufruir. Onde posso obter esta informação?

- No Serviço Social pode aceder à informação sobre prestações familiares, serviços disponíveis, recursos locais, Associações e Instituições que trabalham na área da deficiência e reabilitação

 

O Serviço Social no Hospital pode ajudá-lo a esclarecer:

  • Como organizar a alta hospitalar e ter acesso aos apoios e recursos da comunidade.
  • Quais os apoios/benefícios em situação de doença, desemprego e precaridade económica.
  • Quais os apoios/benefícios em situação de gravidez.
  • O que pode fazer se é vítima de maus-tratos.
  • Como/onde pode obter ajuda para o tratamento de comportamentos aditivos.
  • O que pode fazer se tem dificuldade em lidar com a situação de doença, de incapacidade, conflitos/descompensação de um familiar.

Galeria

{gallery}servico_social:::0:2::{/gallery}